Uruguai sedia a 38ª Semana Internacional Del Caballo Arabe

Ao todo, 30 exemplares da raça participaram das disputas de halter, que contaram com a avaliação de dois juízes brasileiros, Fabio Amorosino e Enrico Franchini, além do argentino Santiago Fornieles

A cidade de Punta Del Leste, no Uruguai, foi palco da 38ª Semana Internacional Del Caballo Arabe, que aconteceu de 6 a 9 de janeiro. No primeiro dia de evento, a proprietária do Haras Las Tordillas, Cris Glenz, recebeu os criadores e amigos da raça para desfrutarem de uma cavalgada pelas serras e depois ofereceu a todos um coquetel de confraternização ao entardecer. Depois, a partir do segundo dia o evento foi realizado na Sede de Asociacion Uruguaya de Enduro Ecuestre (Audee), entidade promotora da prova.

De acordo com Olivia Strauch, uma das organizadoras da 38º Semana Internacional Del Caballo Arabe, dentro da programação do evento incluíram disputas da prova “Freestyle”, que contou com a participação de 8 exemplares da raça. “Uma modalidade criada no Uruguai para mostrar doma, na qual os participantes apresentam uma coreografia ao ritmo de uma música escolhida por eles, já que a prioridade desta diretoria é divulgar e promover o cavalo Áabe montado”.

Seguido da prova de “Freestyle”, foram realizados os julgamentos de Halter, com a participação de 30 animais, que foram avaliados pelos juizes Fabio Amorosino e Enrico Carlone, do Brasil, além de Santiago Fornieles, da Argentina. “Foi muito legal participar, tive a oportunidade de visitar três haras e ver que tem muita influência brasileira no programa de criação deles. É sempre muito importante e bom julgar em outro país, para saber como estamos indo, que cavalos eles estão usando e quais garanhões”, disse Carlone.

“Essa é a terceira vez que julgo essa exposição e foi muito gratificante”, completa Amorosino. “Vejo uma evolução clara no plantel do Uruguai e isso é reflexo de uma disciplina dos criadores, que são relativamente jovens, com quatro, cinco anos de programa de criação, tendo qualidade e resultado equiparado com qualquer plantel no Brasil. Foi um show seleto e de altíssima qualidade”.

Provas de Halter contaram com a participação de 30 animais

Olívia ainda disse que ficou orgulhosa com o que foi apresentado em pista, especialmente nas categorias de fêmeas jovens. “Um número e qualidade muito interessante, que demostra o crescimento do país como criador de cavalo Árabe. Fiquei muito contente com o evento em geral com boa participação e qualidade de animais, e também com a presença de três criadores novos. Ficamos muito agradecidos com os juizes brasileiros que prestigiaram e nos apoiaram”.

Por fim, a organizadora da prova conta que um dos sonhos da Asociacion Uruguaya de Enduro Ecuestre (Audee) )é conseguir organizar uma “Exposiçao Latinoamericana” em Punta Del Leste. “Com a presença de cavalos brasileiros, argentinos e chilenos. Acredito que é possível se conseguimos a criação de um passaporte equino único “mercosul”, que permita o livre trânsito de cavalos entre os países”, finaliza.

Instagram:@abccarabe | Facebook: ABCCÁrabe | YouTube: ABCCArabe

Por Natália de Oliveira/Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das fotos: Divulgação
/Contraluz

Leia outras notícias no site da ABCCA

Compartilhar

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn