Sob a sela de exemplares Árabes, brasileiro brilha em prova no Uruguai

Com a égua Al Saida Larsac, Pedro Stefani Marino conquistou o Ouro nos 160 km, enquanto que com Conan D'Jock ficou em terceiro lugar nos 120 km
Sob a sela de exemplares Árabes, brasileiro brilha em prova no Uruguai

Não é de hoje que a criação brasileira do cavalo Árabe vem se destacando nas principais provas de Enduro do mundo. Afinal, a alta resistência e aptidão para o esporte impulsionam a raça. E não foi diferente durante a Copa SulAmericana da modalidade, que foi realizada no último fim de semana, de 3 a 5 de dezembro, em Madonado, no Uruguai.

Com a montaria do cavaleiro Pedro Stefani Marino, dois exemplares da raça conquistaram medalha de Ouro nos 160 km e medalha de Bronze nos 120 km. Antes de mais nada vale destacar que a prova foi realizada pela Associón Uruguay de Enduro Ecuestre e contou com a participação de conjuntos do Brasil, Chile, Equador e México.

Sob a sela de Conan D’Jock, Pedro Stefani Marino conquistou no sábado a medalha de bronze nos 120 km. “O desempenho dele foi ótimo. Conan é um cavalo de 7 anos, estreando nos 120 k e fizemos um terceiro lugar. Eu fiz o que a equipe combinou, com velocidade a 18 por hora, com estratégia, com cabeça, com um pouco de profissionalismo. Eu esta bem focado e deu tudo certo”, disse o cavaleiro em entrevista para a ABCCA.

Sob a sela de exemplares Árabes, brasileiro brilha em prova no Uruguai
Pedro Marino e Conan D’Jock – Foto: Divulgação/Santiago Faux

Depois, no domingo, o cavaleiro voltou a participar da prova, mas, desta vez, sob a sela da égua da raça Árabe Al Saida Larsac. Como resultado, o conjunto conquistou a medalha de Ouro. “Foi bem legal, a trilha era muito plana, o clima estava quente, mas não atrapalhou nada pra gente, porque no brasil a gente tem um clima mais duro mesmo. Então, para os cavalos brasileiros foi ótimo”.

Agora Pedro Marino Stafani, bem como as suas duas montarias, Conan D’Jock e Al Saida Larsac, seguem para a Europa, onde vão participar de uma série de competições. “Agora é foco em Verona, no Campeonato Mundial, e depois no Mundial de Cavalos Jovens”, finaliza o cavaleiro.

Para saber mais sobre o cavalo Árabe, acesse www.abcca.com.br e acompanhe a Associação através dos perfis oficiais nas redes sociais:

Instagram:@abccarabe | Facebook: ABCCÁrabe | YouTube: ABCCArabe

Por Natália de Oliveira/Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das fotos: Divulgação
/Santiago Faux

Leia outras notícias no site da ABCCA

Compartilhar

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn